.

.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Trecho da Entrevista de Bruna Lombardi com Cláudia Raia 1993



Bruna Lombardi:-Os teus trabalhos existem sempre umas espectativas,e sempre acontece de você tirar a roupa.Quer dizer o publico esperam os diretores já gostam,então você acaba sendo conhecida como atriz que na hora do trabalho vai ter cena de nudez,como você administar isso?

Cláudia Raia:-Olha Bruna eu acho que isso existi mais não é assim também né,eu acho que as pessoas todas as vezes que,muita vezes que eu fiz trabalho que eu não tirei a roupa as pessoas gostaram,não reclamaram,não existi uma..

Bruna:-Reclamaram Cláudia!


Cláudia:-Não!

Bruna:-Reclamam,eu li que reclamaram muito

Cláudia Raia:-Não,não é verdade,por exemplo no teatro eu não tiro a roupa e todos amam.


Bruna Lombardi:-Mas eu sei,eu li exatamente falando no teatro,que as pessoas saem reclamando,não reclamando adora o trabalho e tal.Mas o publico tem espectativa.

Cláudia Raia:-Eu não acho isso não,e se tem vão perder.Eu digoó seguinte; seria burrise da minha parte aporricar isso,agora vou andar de longo,todo fechado,não quero aparecer,não quero que meu corpo apareça, é uma loucura isso porque sou jovem.Entendeu, porque sou bailarina,porque sou uma pessoa física,completamente eu sou fisico.Eu a vida inteira lhe dei com meu fisico,trabalhei o meu físico,sou bailarina,tem uma coisa toda em torno do físico.Seria burrice minha.

Bruna:-Você não quer se patrulhar

Cláudia Raia:-Não,e nem ficar com essa tensão viver muitos prazes absoluto e não so meu físico,pelo ao contrario.


Bruna Lombardi:-Por falar em físico,tem alguma coisa no teu corpo que você não gosta?

Cláudia:-Tem,varias coisas..eu não gosto do meu pé,sabe que eu tenho mania de pé,sou louca por pé e eu não tenho um pé bonito,não acho que meu pé seja bonito.Eu gostaria de ter mais peito,tenho pouco peito,isso é uma coisa muito de bailarina né.Não se desenvolve o peito.E no rosto varias coisas (risos)

Bruna:-Você fez alguma plástica?

Cláudia:-Fiz ,fiz plástica no nariz,e não gosto dos meus olhos,eu cho que meus olhos não é tão expressivo,eu tenho uma certa pirinba.

Bruna:Mas você pensa em algum complexo,tem alguma vergonha

Cláudia:Não



Bruna Lombardi "Louco Amor" Patrícia e Luiz Carlos


Fonte:Oscar Gouldman

Bruna Lombardi "Luz Natural"

Falar de Bruna Lomabrdi é se referir imediatamente á beleza.Os Homens ficam loucos quando precisam descrevê-la e só conseguem murmurar:"como ela é bonita"Claro que eles não esqueceram de sua simplicidade interior,nem de sua inteligência-pontos fundamentais para que nenhum invejoso,ou melhor invejosa,venha colocar defeitos.Bruna está agora em nosso Tribunal da Beleza e em seu julgamento não há acusadores,apenas fãs ardorosos que a absolvem de qualquer pena.Afinal,que culpa pode ter uma mulher que só serve de colírios para os olhos?

Fonte:Oscar Gouldman

Bruna Lombardi "Revista Sétimo Céu"





 













segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Bruna Lombardi "Abre Gramado"


Revista Caras Edição 667 Ano 13 nº33





















Fonte:Everaldo

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Bruna Lombardi "Lúcia Brandão e Renato Villar" Roda de Fogo


Roda de Fogo narra a história de Renato Villar (Tarcísio Meira), um homem que se transforma quando se vê diante da morte. Renato Villar é um empresário bem-sucedido e inescrupuloso, capaz de qualquer coisa por poder. Ele mantém um casamento de aparências com Carolina (Renata Sorrah), uma mulher fria e ambiciosa, que sonha ver o marido na presidência da República.
- Nos capítulos iniciais da trama, um dossiê com irregularidades numa das empresas de Renato Villar é revelado, provocando um escândalo no meio empresarial. A empresa aplicava ilegalmente dinheiro no exterior com a conivência do diretor de um poderoso banco, Benson (Carlos Kroeber). A denúncia é feita pelo empresário Celso Resende (Paulo José), que envia da Europa uma série de documentos para o juiz Labanca (Paulo Goulart). Celso acaba morrendo misteriosamente. Para sair da enrascada, Renato conta com a ajuda de seu advogado e braço direito, Mário Liberato (Cecil Thiré), um profissional corrupto capaz de qualquer artimanha para livrar seus clientes. Outra personagem que cruza o caminho de Renato é Lúcia Brandão (Bruna Lombardi), juíza que assume o caso do empresário. Enquanto Mário é um advogado corrupto, Lúcia é uma profissional íntegra e de rígidos princípios morais. Renato pretende subornar a juíza para livrar-se das acusações, mas os dois acabam se apaixonando, e ela passa a viver um grande conflito: como julgar o homem que ama?

- A novela dá uma reviravolta quando Renato descobre que tem um tumor no cérebro, que lhe causa fortes dores de cabeça. Ao saber que só tem, no máximo, mais seis meses de vida, Renato transforma-se inteiramente. No plano pessoal, termina o casamento com Carolina para viver seu amor por Lúcia. No profissional, decide destinar parte dos lucros de sua empresa a uma fundação e afasta todos os executivos que o traíam no alto escalão de seu grupo financeiro. As atitudes desagradam à família e aos sócios, que passam a lutar por sua destruição, liderados pelo advogado Mário e pelo sócio Paulo Costa (Hugo Carvana). Mário Liberato torna-se o grande vilão da história. Em sua luta pelo poder, que envolve uma série de assassinatos, ele conta com a ajuda do criado Jacinto (Cláudio Curi), que foi torturador durante o regime militar.
- Outro objetivo da vida de Renato é reconquistar o amor do filho Pedro (Felipe Camargo), fruto de uma relação do empresário com a ex-guerrilheira Maura Garcez (Eva Wilma).
Fonte:Memória da Globo

Bruna Lombardi "A Nova Locomotiva das 7"













Colaboração:José Henrique Uessler


Bruna Lombardi "Amiga"








Fonte:Oscar Gouldman

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011